Sábado, 26 de Fevereiro de 2005

Está perto...


VS



Dá p ver ke o Derby está próximo.


 Os presidentes de ambas as equipas já começaram com as provocações!


Heheheheh!




5 Razões para acreditar na vitória do Benfica


 

1- Instabilidade do FC Porto em casa
Falemos de números. Há quanto tempo o FC Porto não ganha em casa? Desde a vitória frente ao Moreirense (1-0) em Dezembro de 2004. Rio Ave e V. Guimarães empataram e Sp. Braga venceu no Estádio do Dragão. Que melhor prazer dará ao Benfica dar sequência a este ritmo? Se há altura ideal para chegar a casa do FC Porto e vencer, quebrando os tais 14 anos de jejum, que tal começar já na segunda-feira, projectando a equipa para um final do campeonato na liderança?

2- Equipa em crescendo, diz Trap
Não é novidade que Giovanni Trapattoni acredita que o Benfica está em crescendo e quase no ponto ideal como equipa. Ou seja, fazendo fé nas palavras do treinador italiano, nunca o Benfica esteve tão perto de poder bater o FC Porto. Trap está farto de repetir que era esta a altura ideal para começar a disputar a SuperLiga, por os encarnados se encontrarem a atravessar bom momento, pelo que este clássico vem mesmo a calhar. E, vencendo, 2 quem será líder do campeonato?


3- Catorze anos? Sim, e então?!
Começa a tornar-se uma lenda a última e histórica vitória do Benfica em casa do FC Porto. Vinte e oito de Abril de 1991, não é? Há catorze anos? Sim, e então? Os recordes nasceram para ser batidos e, assim sendo, está na hora de fazer esquecer os golos de César Brito, as defesas de Neno e as trocas tácticas de Eriksson nessa tarde histórica.


3-  Entrada de Nuno Assis
O Benfica cresceu imenso com a entrada de Nuno Assis e, não sendo um tradicional número dez, o ex-vimaranense passou a dar mais e diferentes soluções a Giovanni Trapattoni. Os restantes criativos da equipa, sobretudo Simão, podem agora concentrar-se nas tarefas para que estão mais habilitados, pelo que a equipa fica mais organizada e consistente. Vejamos as notas atribuídas pelos jornalistas de A BOLA a Nuno Assis nos quatro jogos em que o médio actuou: 7, 7, 6 e 7. Regularmente alto, portanto.


4- As torres Luisão e Alcides
Para ganhar no Estádio do Dragão é preciso, em primeiro lugar, defender bem. E Luisão, com duas belas exibições frente ao CSKA (em Krasnodar e na Luz), está como nunca. A seu lado, na ausência de Ricardo Rocha, surge o seu compatriota Alcides: duas torres. Além disso, deve reaparecer Miguel, um dos principais pontos de ligação entre a defesa e o ataque, permitindo outro tipo de soluções ao treinador encarnado.


5- Está na hora, Simão
Queixam-se os benfiquistas de que o capitão Simão raramente joga a níveis elevados nos grandes jogos. O 20 da Luz está a ter uma temporada muito boa, marcando golos, criando situações de desequilíbrio ou abrindo espaços para as entradas de companheiros mais colocados, pelo que falta confirmar num grande estádio (como o Dragão) quem é, na verdade, o grande líder do Benfica e o seu mais forte e talentoso jogador. E se quiserem uma achega estatística, aqui fica: Simão já marcou em casa do FC Porto.


Fonte: A Bola


publicado por word-up às 20:45
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2005

Adeptos de merda!!!

Estou revoltada..pois estou!!!


Não em relação á equipa nem ao treinador, mas sim em relação aos adeptos!


Benfiquistas de verdade apoiam a sua equipa nos BONS  e nos MAUS momentos!!


Estamos em primeiro no Campeonato, ainda estamos a competir p a Taça... O ke kerem mais?


Se ganham um jogo são os maiores, se perdem um jogo já não prestam.


Deviam era meter os lenços brancos no !!!!


Gostava de ver esses adeptos em campo, ou como treinadores...aí é k eu me ia rir!!!


Como disse o Luisão e bem:


 -Adepto k é Benfiquista não vem pagar bilhete só para vaiar os jogadores.


Parem com essas Merdas e apoiem o vosso clube!


FORÇA BENFICA!!


EU ESTOU CONTIGO!!!


publicado por word-up às 14:20
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Quarta-feira, 23 de Fevereiro de 2005

CSKA.....

E o k dizem do Simão ser castigado...logo agora k vamos ter o Jogo com o Porto??? Depois dizem k são coincidências...


Lista de Convocados para o jogo de amanha: 

[Error: Irreparable invalid markup ('<b<guarda-redes:<>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

<P><U><FONT color=#ff0000>E o k dizem do Simão ser castigado...logo agora k vamos ter o Jogo com o Porto??? Depois dizem k são coincidências...</FONT></U></P>
<P><FONT color=#ff0000><STRONG>Lista de Convocados para o jogo de amanha:</STRONG> </FONT><BR><B<GUARDA-REDES:< b><STRONG>Guarda redes</STRONG>:Moreira e Quim; <BR><B>Defesas:</B> Luisão, Alcides, Fyssas, Dos Santos, Miguel e João Pereira; <BR><B>Médios:</B> Petit, Bruno Aguiar, Nuno Assis, Manuel Fernandes e Carlitos; <BR><B>Avançados:</B> Simão, Geovanni, Mantorras, <STRONG><FONT color=#ff0000 size=4>Nuno Gomes </FONT></STRONG>e Karadas.<BR></B<GUARDA-REDES:<></P>
<P><IMG src="http://nunogomesbenfica.no.sapo.pt/nuno.gif " align=top></P>
<P> </P>

publicado por word-up às 21:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2005

Agressões e tal e o camandro.....


Benfica 2- Guimarães 1


Um jogo onde nos vimos á rasca, mas ganhámos!


O nuno lá se portou um pouco melhor...mas....inda nao está totalmente nos trinkes ;-)


Melhor em campo


GEOVANNI (8)
Chamam-lhe o Soneca, pela forma tranquila de ser que o caracteriza e também por, muitas vezes, transportar para dentro de campo essa particularidade. Pois bem, ontem foi ele que acordou o jogo. Brilhante na mudança de velocidade, no drible e no entendimento com Nuno Gomes. Foi excelente toda a jogada do primeiro golo. Também foi Geovanni que cruzou para os dois Nunos fabricarem o segundo golo. Como se não bastasse, o Soneca esteve de olho vivo a defender. Grande exibição do brasileiro.


Treinador condena agressão

Giovanni Trapattoni não escondeu a tristeza quando chegou ao balneário e viu João Pereira a sangrar da boca, depois de ter sido agredido no relvado, já no final do jogo, por Rafael. "É pena, muita pena, uma agressão daquelas. O jogo foi duro mas foi correcto", frisou o italiano. A cena foi captada pelas câmaras de televisão e testemunhada pelo auxiliar. De resto, coube a Alcides a tarefa de acalmar o jovem João Pereira, que estava revoltado e foi mostrar ao árbitro os estragos do soco que levou. Por outro lado, Quim agarrou de imediato Rafael e protestou por tão impensado e condenável gesto. Os dois jogadores ainda se cruzaram no túnel de acesso aos balneários e uma câmara da SportTV captou uma correria de jogadores do relvado para o túnel como se algo se passasse entre ambos. Testemunhas oculares garantem que nada de especial se passou.
</p>


publicado por word-up às 17:47
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Domingo, 20 de Fevereiro de 2005

Guimarães



Trapattoni fala dos «maus hábitos do futebol português»

</tr>


Giovanni Trapattoni mostrou-se hoje confiante que a equipa do Benfica vai fazer esquecer a actuação menos feliz da última quinta-feira na Rússia quando esta segunda-feira à noite receber o Vitória de Guimarães para fecho da 22.ª jornada da SuperLiga.

</tbody></table>


«Sinto que a equipa está recuperada do que menos bom aconteceu com o CSKA e pode muito bem voltar a vencer o Vitória de Guimarães para o campeonato», disse o técnico italiano em conferência de imprensa.

Trapattoni reconhece que o adversário «é uma equipa forte, muito bem organizada e decerto vai dificultar os propósitos do Benfica que é a conquista dos três pontos».

Sobre a situação de alguns dos seus jogadores, o italiano revelou que é certo o regresso de Miguel «embora não jogue de início pois não está ainda em condições de suportar os noventa minutos». Quanto a Petit, Trapattoni admitiu aos jornalistas que o médio sofre de «fadiga muscular», mas poderá vir a utilizá-lo amanhã.

O «penaltie» que terá ficado por marcar contra o FC Porto sexta-feira no Restelo, foi um dos temas abordados na conferência de imprensa. Trapattoni avisou não pretender entrar em polémicas, mas acabou por considerar ter havido motivos para que a grande penalidade fosse marcada. Todavia, o técnico do Benfica, referiu-se àquilo que chamou de «hábitos do futebol português, coisas que disse nunca ter visto em mais de trinta anos de futebol europeu».



Eduardo Simões e Fyssas convocados para amanhã

Giovanni Trapattoni chamou hoje à lista de convocados o jovem defesa Eduardo Simões, da equipa B e o grego Fyssas, este já recuperado fisicamente.


O Benfica defronta na noite desta segunda-feira, na Luz, a partir das 20:30, o Vitória de Guimarães para a 22.ª jornada da SuperLiga e, em caso de triunfo, alcançará o FC Porto no comando da prova.

Em relação ao jogo com o CSKA para a Taça UEFA (derrota portuguesa por 2-0) saem da lista de eleitos Carlitos, Paulo Almeida e Everson.


Convocados


Guarda-redes: Quim e Moreira.

Defesas: Fyssas, Luisão, Dos Santos, João Pereira, Alcides, Miguel e Eduardo Simões.

Médios: Petit, Manuel Fernandes, Nuno Assis, Geovanni e Bruno Aguiar.

Avançados: Nuno Gomes, Simão, Karadas e Mantorras.

BOA SORTE!!! (vejam lá como jogam)



publicado por word-up às 15:33
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2005

Vergonha

CSKA 2  BENFICA 0


Palavras para k? O Benfica nem parece o Benfica.


O k se passa com os nossos avançados? O Nuno , Bruno Aguiar até mesmo o Mantorras k substituiu o Nuno até parece k não estavam em campo.


Tudo bem k nem tinham hipoteses de tocar na bola, mas kd tocavam era o k se via


E o Geovanni? KREDO!!!


Melhor em campo axo k foi o Petit.


Enfim, só sei k vamos suar muito kd esses meninos vierem á luz.


E só espero k o Benfica não jogue assim contra o Porto....se não CHAPÉU!!!


Já agora, com o Guimarães portem-se um pouko melhor.


SAUDAÇÕES BENFIQUISTAS



 


publicado por word-up às 20:35
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005

Convocados

Lista dos 19 convocados:

Guarda-redes: Moreira e Quim

Defesas: Luisão, Alcides, Dos Santos, Miguel e João Pereira

Médios: Paulo Almeida, Petit, Carlitos, Bruno Aguiar, Geovanni, Nuno Assis, Everson, Simão e Manuel Fernandes

Avançados: Mantorras, Nuno Gomes e Karadas


Good luck!!!

</td></tr></tbody></table>



publicado por word-up às 15:22
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 10 de Fevereiro de 2005

Só me faltava mais esta!!!

Nos treinos do Benfica ninguem olhou para os nossos jogadores. Simplesmente se olhou para a Namorada do Roger!!


Até vem nas capas dos nossos jornais. Sinceramente...faltam-me as palavras!!




publicado por word-up às 17:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 8 de Fevereiro de 2005

A Preto e Branco

 


A melhor época de sempre


Que Simão era um jogador fundamental no Benfica, isso já se sabia. A novidade é que, após a recente vigésima jornada da SuperLiga e o terceiro "bis" do capitão na Luz, a fasquia dos 13 golos está atingida. O extremo ainda nunca tinha feito melhor...


 


Espécie de motor da equipa, dínamo de todo o jogo, por vezes elemento único a acelerar e finalizar o futebol da águia, Simão é indiscutivelmente o jogador mais influente do Benfica. Tem sido sempre assim ao longo destas quatro épocas na Luz; os números proporcionam, por outro lado, importante novidade: o pequeno extremo está a fazer a sua melhor época de sempre.

Nunca, como na presente temporada, o jovem extremo apresentou à vigésima jornada 13 golos marcados. Nem quando despertou verdadeiramente o faro pela baliza (2002/03) e lutou até à última jornada pelo título de artilheiro, perdido para Fary, apesar dos mesmos 18 golos. Nessa época, por esta altura, Simão só tinha assinado onze tentos...

Tendo em conta o percurso do atleta em questão – raramente se lesiona e é sempre titular –, é de esperar que Simão avance para o final da SuperLiga ostentando números que poderão ser históricos. Deverá ter-se em conta que estamos perante o melhor marcador do Benfica nos últimos três anos, estatuto que não alastrou à época de estreia apenas porque sofreu, logo em Março, a mais grave e única lesão da sua carreira – rotura de ligamentos.

Mais golos corridos

Para aqueles que se habituaram a restringir a influência de Simão à capacidade de converter bolas paradas em golos (é verdade que em 2002/03 apontou nove "penalties" e quatro livres directos...), o capitão está actualmente a dar resposta em sentido contrário, mostrando que entre os actuais 13 golos, apenas cinco não são de bola corrida (dois "penalties" e três livres directos). Ou seja, é a primeira vez que os tentos "em jogo jogado" surgem em número superior.

Futebolista com média de trinta jornadas por época (com Trapattoni ainda só falhou um jogo da Taça, com o Oriental), Simão segue como único benfiquista totalista na SuperLiga (1.800 minutos). Nesta altura, apenas um cartão amarelo o poderá travar.

Superado por Mantorras

Uma rotura de ligamentos no joelho sofrida ao serviço Selecção, no Bessa contra a Finlândia, atirou com Simão para uma convalescença de quatro meses. Mesmo sem jogar as últimas seis jornadas de 2001/02, o extremo despediu-se da época com 11 golos, correndo o "risco" de ser o melhor marcador da equipa. Contudo, Mantorras acabou por descolar, quando fez dois tentos na derrota (2-3) com o Marítimo, na Madeira. Na última jornada...

Meio golo por jogo

Simão já marcou 54 golos pelo Benfica, em 110 jogos do campeonato, o que corresponde a uma média de 0,49 tentos por partida, ou seja, praticamente meio golo por jogo. A frequência goleadora do capitão, contudo, está a ser superior esta época – 13 golos em 20 jogos, média de 0,65 tentos. Isto numa equipa em que não surge um ponta-de-lança goleador desde os tempos de Van Hooijdonk, autor de 19 tiros certeiros em 2000/01.


 


fonte:record


 


Levante-se e fale em nome do PRETO E BRANCO




SE vir alguém a passear chame-a pelo nome: Jaime, Ana, Michele, Neville, Shirley, Hilton, o que quer que seja. Se não a conhecer e a ela tiver de se referir, pode socorrer-se da cor da pele: branco ou preto. Não vale a pena proteger-se nos eufemismos do de cor. As palavras são para usar e com elas fará amigos. Para que depois, quando vir a mesma pessoa na rua, possa chamar-lhe Jaime, Ana, Michele, Neville, Shirley, Hilton, o que quer que seja. Portugal vai dar um exemplo.


A Selecção portuguesa de futebol vai usar amanhã um equipamento diferente no jogo em Dublin, na Irlanda. Criado no âmbito da campanha internacional contra o racismo no futebol, a Stand up Speak up — levante-se e fale, numa tradução aproximada para português — , a camisola da equipa nacional será metade preta e metade branca, com calções pretos e meias brancas. Este movimento de protesto contra atitudes racistas que ainda se verificam em quase todos os países da Europa—quem nunca ouviu cânticos ofensivos para jogadores tendo por base as diferenças na cor da pele? — foi iniciado pelo jogador da selecção francesa e do Arsenal, Thierry Henry e incentivado por vários jogadores de topo e da empresa de equipamentos desportivos que os patrocina, a Nike. Assim, Portugal, Rússia e Holanda—equipas vestidas pela marca norte americana — vão equipar-se em branco e preto nos compromissos oficiais de amanhã.



Gilberto Madail dá o mote


Ao abraçar esta campanha, a Federação Portuguesa de Futebol quis expressar publicamente o seu apoio, sublinhado pelo discurso do presidente Gilberto Madail. «O futebol, pela sua universalidade, deve ser sempre usado para unir as pessoas e nunca para promover ou acentuar quaisquer diferenças», aconselhou o dirigente da federação.
Ontem, à hora da concentração da Selecção portuguesa, os jogadores Cristiano Ronaldo e Jorge Andrade, um branco e um preto, dois amigos, duas estrelas, mostraram a todos aquilo que quase todos já sabem e que apenas poucos insistem em não saber, para que isso lhes sirva de desculpa para frustrações, teorias de pé de chinelo e movimentos pseudo-políticos do mais pseudo que pode haver. Deram abraços, mostraram pulseiras de duas tiras entrelaçadas, brincaram e juntos pediram, com o gesto, a ajuda dos adeptos. Curiosamente, Jorge Andrade joga no Corunha, em Espanha, Ronaldo no Manchester United, em Inglaterra, dois países que se envolveram recentemente num incidente diplomático-futebolístico.
Aconteceu quando o seleccionador espanhol Aragonés procurou motivar Reyes, do Arsenal, a discutir um lugar com Henry, referindo-se à raça do francês, o que foi entendido como uma espécie — seria uma pseudo-espécie? — de afirmação de superioridade. Dias depois, na recepção da equipa espanhola à inglesa, em Madrid, jogadores britânicos foram ofendidos com cânticos, pois assim que tocavam na bola eram vaiados ao som de ignorantes macacadas. A questão é que ninguém se lembra de um dia ter festejado um golo preto ou branco, coisa que nem sequer existe. A existir seria, pois, um pseudo-golo.


fonte:ABola


bjinhos pessoal


Viva Portugal!!!


 


 


publicado por word-up às 16:12
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sábado, 5 de Fevereiro de 2005

Académica

TRAPATTONI NÃO ABDICA DO PORTUGUÊS NO CENTRO DA DEFESA COM LUISÃO
Rocha de pedra e cal


A lesão muscular passou depressa. Ricardo Rocha está recuperado e depois de ter falhado a deslocação a Guimarães, onde o Benfica defrontou o Moreirense, vai regressar à titularidade, ao lado de Luisão. As alternativas brasileiras (André Luis e Alcides) terão de esperar


 


Depois de uma lesão muscular e de falhar o jogo com o Moreirense, Ricardo Rocha está recuperado, tem nas pernas dois treinos sem limitações e, na véspera da recepção à Académica, é um forte candidato à titularidade, ao lado de Luisão.

Ao longo da semana, enquanto o português ainda apresentava algumas limitações físicas, Trapattoni foi dando indicação de que poderia recorrer a uma das suas alternativas brasileiras (André Luís foi testado). Contudo, na sessão de ontem no Jamor, o técnico não deixou margem para dúvidas quando definiu o onze titular (no trabalho táctico e na finalização) e colocou o ex-bracarense no centro da defesa. O mesmo é dizer que, em condições físicas satisfatórias, Rocha está de pedra e cal na equipa de Trapattoni. Por outro lado, este cenário significará o adiamento da estreia de André Luís.

A novidade Petit

À excepção de Ricardo Rocha, a equipa que o Benfica vai apresentar amanhã não terá grandes novidades. Confirma-se a esperada titularidade de Petit (cumpriu castigo na jornada transacta), ao lado de Manuel Fernandes, numa equipa que, no ataque, terá Simão, Geovanni, Nuno Assis e Nuno Gomes. João Pereira e Fyssas serão os laterais. Quim guardará a baliza.


 


Fonte:Record




publicado por word-up às 18:41
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.arquivos

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

.Setembro 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


SAPO Blogs

.subscrever feeds